Notícias

Edição Atual

v. 25 n. 1 (2019): Processo de trabalho, regulacionistas e a crítica marxiana

A análise crítica do processo de trabalho e de suas metamorfoses é inteiramente dominada por um quadro conceitual que enfatiza certos aspectos da organização do trabalho. Como apontamos na chamada de artigos para esta edição especial, Aglietta e Braverman são os melhores representantes dessa tendência que fez época e ainda hoje segue influente nas investigações, tanto no Brasil quanto no exterior, por meio de diferentes matizes, sobretudo nas ciências sociais. A despeito de inúmeras variações até mesmo em termos de “nível analítico”, a preocupação basilar se assenta sobre o capital variável, seja na produção imediata seja deslocando a atenção para a circulação e relações salariais.

Publicado: 2019-05-02

Editorial

Ver Todas as Edições

ISSN: 1981-061X