A escola dos regulacionistas – De Marx à Fundação Saint-Simon

um caminho sem volta?

  • Michel Husson
Palavras-chave: escola do regulacionismo, acumulação fordista, pós-fordismo

Resumo

O artigo retoma a crítica à escola dos regulacionistas, demonstrando os equívocos da tese da acumulação fordista. Por meio da referência a diversos autores desta escola, mostram-se os limites das teses do regulacionismo tanto na compreensão das mudanças ocorridas no século XX, e as consequências igualmente errôneas no entendimento das possibilidades de solução das questões econômicas da atualidade.

Biografia do Autor

Michel Husson

Economista e membro do conselho científico da Association pour la Taxation des Transactions Financières pour l'Action Citoyenne (ATTAC).

Publicado
2019-05-01